facebook twitter rss youtube

Notícias

Nesta terça-feira, dia 13/06, foi lançada no Senado Federal a Frente Parlamentar, em Defesa dos Bancos Públicos. Essa foi uma iniciativa do Senador Lindbergh Farias PT/RIO, que é o autor do projeto, junto com o Deputado Federal José Carlos PT/MA, que coordena os trabalhos da Frente na Câmara. A Frente Parlamentar conta com a assinatura e apoio de diversos parlamentares, dos mais variados partidos políticos.

Durante o evento, ficou latente a necessidade de a sociedade brasileira manter públicas suas instituições. Neste contexto de bancos públicos, o Estado brasileiro necessita deles para que façam, assim como fizeram no passado, uma política anticíclica, levando crédito à população e às empresas, de forma a fazer a roda viva da economia girar positivamente.

Participaram do lançamento da Frente, além dos parlamentares citados, os senadores Roberto Requião PMDB/PR, Vanessa Grazziotin PCdoB/AM, Gleisi Hoffmann PT/PR, além dos Deputados, Enio Verri, Carlos Zaratini, José Guimaraes, Erika Kokai entre outros, além de lideranças do movimento sindical. A FENAG foi representada pelo seu presidente, Nilson Moura. Antes do lançamento da Frente, aconteceu o seminário “Estratégias para Financiar o Desenvolvimento”, tendo como convidados debatedores: o Professor de Economia da UNICAMP – Fernando Nogueira, o Governador do Piauí, Wellington Dias o Economista Luiz Gonzaga Belluzzo e a presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo – Juvandia Moreira.

Durante o seminário, ficou muito evidente a importância das Instituições Financeiras Públicas e do crédito para o crescimento do PIB, ao afirmarem que um banco como a Caixa tem condições de alavancar nove vezes, e que os bancos públicos podem ser usados como balizadores do mercado, freando uma alta de juros, por exemplo. O papel dessas instituições no crédito imobiliário e rural e o atendimento que elas fazem à população mais carente são apenas alguns exemplos, entre vários outros.

Ainda foi destacada a importância dessas Instituições quanto à participação nos pequenos municípios do país. Dos 5590 municípios que o Brasil possui, apenas 2/3 possuem agências bancárias, sendo que, na maioria dos pequenos municípios, existe apenas uma agência bancária é, quando os tem, é um banco público: não há interesse dos bancos privados em estar nessas praças.

“A Frente parlamentar terá novas tarefas a partir de agora e entendemos ser o momento do engajamento das entidades representativas. As atividades nos estados e municípios são fundamentais para sensibilizar os prefeitos, governadores e a população em geral sobre a importância de tal iniciativa”, afirma o presidente da FENAG, Nilson Moura, e completa “Ela (a Frente Parlamentar) amplia a discussão quanto à importância dos bancos públicos, no seu papel de fomentar o crédito e políticas sociais”.

Lúcio Flávio, Mestre em Desenvolvimento Local e Pós-graduado em Administração Financeira e Auditoria, Gestor da CAIXA e liderança atuante da FENAG, falou aos advogados da CAIXA presentes ao XXIII CONGRESSO DA ADVOCEF, realizado na cidade de Maceió-AL. A palestra foi realizada na sexta feira (26). Na oportunidade, Lúcio Flávio falou sobre a situação atual da FUNCEF, destacando os investimentos realizados nos últimos anos pela Fundação, que geraram prejuízos e comprometeram o resultado dos planos de previdência dos empregados da CAIXA.

Lúcio Flávio participou do Congresso a convite do presidente da ADVOCEF, Álvaro, que ao final da apresentação, elogiou a qualidade da palestra, destacando que dentre as diversas palestras que já assistiu sobre o tema, a de Lúcio é a que apresenta a exploração de elementos consistentes, que permitem à plateia um melhor entendimento acerca do quadro atual da nossa Fundação, através do uso de uma linguagem e recursos que facilitam a comunicação.

Em sua palestra, Lúcio Flávio destacou os vários aspectos legais não observados pela fiscalização da PREVIC, além da decisão da FUNCEF de precificação de vários dos seus ativos por meio de laudos técnicos, ao invés da marcação a mercado, o que propiciou a supervalorização deles, gerando, posteriormente, em razão de novos laudos, prejuízos e contribuindo, substancialmente, com o déficit atuarial registrado nos planos da FUNCEF nos últimos anos.

Outro destaque na fala dele foi a decisão da revisão dos benefícios, gerando compromissos perenes, que foram concedidos com base em superávits meramente contábeis, muitos deles baseados nos laudos acima referidos.

Também mereceu destaque o contencioso da FUNCEF que, segundo o palestrante, em sua grande maioria não foi a fundação quem deu causa.

A parte que mais preocupa a todos são os equacionamentos que os participantes e assistidos estão tendo que assumir, devido aos maus resultados alcançados, em parte pelos investimentos, e em parte pelas decisões contrárias à legislação vigente.

Além de Lúcio Flávio, também esteve presente ao Congresso, representando a FENAG, o Diretor de Relações Trabalhistas e Qualidade de Vida, Marconi Apolo, que participou das diversas atividades, inclusive da solenidade de abertura do evento.

O Diretor considera importante esse intercâmbio entre as entidades representativas dos empregados da CAIXA, de forma a trocar experiências e promover a sua união, na luta dos interesses dos seus representados e na defesa da CAIXA.

ASSOCIADOS DA AGECEF TEM 10% DE DESCONTO

O mundo mudou e isso não é novidade para você. O mundo não vai parar de mudar e isso traz insegurança para qualquer pessoa. O futuro pede mais. Sempre. O desenvolvimento é um processo contínuo, que permite quase tudo: se expor, se decepcionar, errar, até mesmo fracassar.

Só não é permitido se acomodar ou desistir.

Por isso a FENAG – Federação Nacional das Associações de Gestores da Caixa em parceria com, a Dale Carnegie Training oferece a você associado o ILA – Intensive Leadership Academy, dois dias intensos e repletos de conteúdo, dicas práticas e técnicas preciosas que podem ser aplicadas imediatamente na sua rotina e farão com que você seja bem sucedido, independente do cenário que se apresentar à sua frente.


ILA em Curitiba, 09 e 10/6

A FENAG galgou mais uma importante conquista para o Movimento Gerencial. Ontem (16/05) o Presidente da Federação, Nilson Moura; o Diretor de Relações de Trabalho, Marconi Apollo e o Diretor Financeiro Regimário Araújo estiveram em Brasília para reunião com o Senador Humberto Costa, que protocolou as emendas alvitradas pela Entidade na Reforma Trabalhista.

No dia anterior, o encontro foi no Espírito Santo — junto a Dirigentes da AGECEF/ES — com o Relator da Reforma Trabalhista, Senador Ricardo Ferraço. Foram pautadas as demandas a serem revistas, seguidas de proposituras para solucionar a questão.

Obtivemos um parecer favorável, a legitimidade das solicitações foi reconhecida e o pioneirismo da FENAG ficou evidenciado, pois nenhuma entidade/sindicato ou outros interessados levantaram tais questões.

Nilson Moura enalteceu o engajamento dos envolvidos e reforçou que o acompanhamento será constante “Em ambas as reuniões, os representantes da FENAG foram ouvidos e tiveram suas argumentações auferidas com êxito. Nosso trabalho terá continuidade, precisamos avançar com diálogo e união para consolidar a representatividade de nossa classe mediante as mudanças da Reforma Trabalhista”.

O Presidente da FENAG aproveitou para agradecer aos Senadores Humberto Costa e Ricardo Ferraço pela receptividade e atenção “Fomos atendidos com grande cordialidade, nossos anseios foram compreendidos e, através do entendimento comum, o resultado foi positivo”.

Acompanhe os desdobramentos de nossa atuação sobre o assunto na página da Federação.

Em 15 de maio, o Presidente da FENAG, Nilson Moura — juntamente com Deosinedes Mognato (Presidente da AGECEF/ES) e Marcos Libardi (AGECEF/ES) — reuniu-se com o Relator da Reforma Trabalhista no Senado, Senador Ricardo Ferraço (PSDB/ES).

O objetivo do encontro foi pautar demandas que precisam ser revistas na Reforma Trabalhista. Nilson Moura explanou que o Senador entendeu bem a questão levantada pela Federação e retornará, através de nova reunião, com respostas conclusivas. “Saímos com uma ótima impressão, foi uma reunião produtiva, o Senador reconheceu a legitimidade de nosso pedido. O diálogo e troca de informações são extremamente importantes para atingir nossos propósitos. Sigamos em frente!”.

Deusinedes Mognato também demonstrou satisfação com o resultado da reunião: “o Senador teve empatia para nos compreender e ressaltou que nenhuma entidade/ sindicato ou outros interessados levantaram as questões apresentadas por nós (pioneirismo da FENAG nesta demanda)”.

Em breve apresentaremos informações mais detalhadas sobre o assunto.



Cadastre-se e fique por dentro de
todas as notícias da FENAG.

Integração - Mail2Easy PRO




(61) 3223 0240
contato@fenag.org.br

SRTV/SUL Edifício Palácio do Rádio II
Bloco II - Sala 422 - Brasília - DF
70340-902

facebook  twitter  rss