NOTÍCIAS

27
Nov

Presidente da FENAG participa de live sobre: PDV, metas e contratações

Presidente da FENAG participa de live sobre: PDV, metas e contratações

Mairton Neves criticou os sucessivos aumentos de meta

                Na noite de quarta-feira (25), o presidente da FEDERAÇÃO NACIONAL DE ASSOCIAÇÕES DE GESTORES DA CAIXA - FENAG, Mairton Neves, participou de live com o presidente da FENAE, Sérgio Takemoto e a coordenadora da CEE/CAIXA, Fabiana Uehara sobre os temas que impactam na vida dos empregados CAIXA hoje em dia, comentaram sobre o Plano de Demissão Voluntária da CAIXA, encerrado na última sexta-feira (20,) com 2,3 mil adesões contra a expectativa de 7 mil; elevação de metas, já abusivas e a urgente necessidade de contratações de novos empregados. A referida live foi promovida e transmitida pela FENAE em parceria com a Contraf-CUT.

Neves criticou os recorrentes aumentos elevados e injustificados de metas, já antes bastante desafiadoras, sobretudo, em meio ao caótico cenário mundial de pandemia de Covid-19 que levou os empregados da CAIXA a sobrecarga de demandas com o pagamento dos benefícios emergenciais. “Após diversas tentativas de dialogar com a empresa - expusemos a gravidade das situações insustentáveis que demandavam ações urgentes, mas sem obtermos resposta e alternativa - acionamos a Justiça preocupados em aliviar o sofrimento e os impactos à saúde física e mental dos empregados que veem adoecendo”. 

Para Neves, também falta transparência da Direção da CAIXA na comunicação dos porquês do aumento das metas. “Os gestores e demais empregados da empresa compreendem a importância do papel da CAIXA, sempre se comprometem a cumpri-lo e o cumprem muito bem, mas é preciso clareza sobre os resultados exigidos. Qual é o sentido de dobrar metas a 40 dias úteis para encerrar o ano?”, questionou.

O presidente da FENAG lembrou a declaração do Vice-Presidência da Rede de Varejo – VIRED, feita em live realizada na tarde dessa quarta-feira (25),  que reforça “As pessoas em primeiro lugar”, esta declaração nos deixa a esperança de que, daqui pra frente deixaremos a concorrência interna predatória de lado e vamos trabalhar o engajamento das equipes em busca da alta performance. Foi assim que entendemos a ênfase do VP.

Banco digital – Neves questiona se a imposição de metas fora da realidade e a implementação de PDVs não seriam estratégias para vender a ideia de uma empresa enxuta e lucrativa ao mercado para facilitar uma iminente e já anunciada abertura de capital do Banco Digital da Caixa. Segundo divulgado pelo Presidente da Caixa em reportagem do Estadão, o banco digital da CAIXA detém mais de 105 milhões de contas cadastradas e já teria os próximos passos estruturados para fazer a abertura de Capital do Banco, neste momento em que nenhum outro banco do mercado deseja se desfazer de seu braço digital, pois reconhece o potencial do negócio.

Além disso, ele considera um sério risco de inadimplência ao triplicar metas e aumentar as ofertas de créditos a um mercado que ainda não apresentou sinais de recuperação, atuando na contramão dos bancos privados.

O presidente da FENAG também alertou aos gestores para não assumirem riscos operacionais do negócio nos seus CPFs, reforçando a observância aos normativos da empresa, evitando serem responsabilizados em processos administrativos disciplinares, conforme orienta o novo Programa recém-lançado da Federação “Gestor CAIXA É LEGAL”.

  Por fim, Neves deixou uma reflexão: “se a Direção da CAIXA deseja fortalecê-la, por que não desenvolver produtos para explorar a potencialidade deste mercado digital promissor e devolver os recursos ao Estado para aplicá-los em políticas públicas benéficas a todos? Por que não investir em melhores estruturas de trabalho para seus empregados trabalharem ainda melhor e entregarem melhores resultados?”

Participaram com Neves, o presidente da FENAE, Sérgio Takamoto, que criticou as relações de trabalho precárias na CAIXA e defendeu a manutenção da empresa cem por cento pública; a coordenadora da CEE/CAIXA, Fabiana Uehara, que teceu sobre as exigências por contratações nas mesas de negociações junto à Contraf-CUT; e o gestor em saúde pública e consultor da FENAE, Albucacis de Castro, que alertou sobre os fatores de riscos à saúde integral dos empregados e suas famílias, agravada com o distanciamento social. 

                Assista à live na íntegra pelo Facebook https://bit.ly/3maQyZC ou pelo YouTube da FENAE: https://bit.ly/3fEeVwd.

 

 

Notícias Relacionadas

GT Saúde Caixa é instalado VP Sul FENAG, Marilde Zarpellon, compõe o grupo.

AGECEF/IBA Lança Campanha “Solidariedade: Eu Visto” para Ajudar Crianças de Baixa Renda

INFORME - Saúde CAIXA

Janeiro Branco 2021 – Campanha Pela Saúde Mental

Comunicação FENAG Tem Nova Diretoria

FALE CONOSCO

ENDEREÇO
SRTV/Sul Edifício Palácio do Rádio II Bloco II Sala 442 - Brasília - DF - 70340-902

TELEFONE
(61) 3223-0240

EMAIL
secretaria-executiva@fenag.org.br