NOTÍCIAS

30
Mar

Como manter o equilíbrio em tempos de crise?

Estamos na última semana de março, o mês mundial das mulheres marcado pelo histórico dia 8 e celebrado como símbolo da força e das conquistas femininas. No entanto, este março de 2020, em especial, ganhou uma nova tônica em todo o mundo. Em vez dos movimentos pela inclusão, diversidade, equidade e combate à violência contra as mulheres que lotam as ruas em dezenas de países todos os anos, nos deparamos somente com o vazio e o silêncio. A agitação está apenas nos noticiários da TV, nas capas dos jornais e nos hospitais de todos os países com a pandemia mundial do Covid-19 que sacudiu o planeta.

Trago um ponto bastante específico e sensível exatamente às mulheres profissionais neste período de crise. O home office, a tábua de salvação para conter o crescimento exponencial da contaminação do novo coronavírus, também nos pegou desprevenidas e jogou no nosso colo mais este novo e enorme desafio: como reprogramar nossas vidas para uma nova rotina sem clareza do horário comercial e vida pessoal?

Não sou leviana para criticar tal medida que, inquestionavelmente, é indispensável à vida de todos nós, mas apenas chamar atenção para questões debatidas há tempos e que se tornaram imperativas neste momento.

As creches, escolas e universidades suspenderam suas atividades enquanto as empresas adotaram o regime de teletrabalho aos seus empregados como meios preventivos recomendados pela Organização Mundial da Saúde - OMS. As profissionais habituadas com suas jornadas organizadas e que necessitam, agora, reequilibrar seu universo profissional e pessoal, como fazem?

A separação entre as variantes corporativa, pessoal e familiar é um desafio e tanto às mulheres, sobretudo, as mães. É muito comum terem de atender uma ligação da escola no meio de uma reunião de trabalho importante ou saírem mais cedo para buscar o filho doente no colégio. Estas novas reconexões entre a vida pessoal, familiar e profissional nos comprovam o quanto a experiência feminina agrega de modo positivo nesta temporada turbulenta.

O advento do home office nos propõe e estimula à soma equilibrada das forças existentes em todos nós, mulheres e homens, para continuarmos apresentando os resultados necessários nos negócios e na vida pessoal.  O espírito colaborativo ainda é uma habilidade fundamental para a liderança. Esta é uma grande oportunidade que o meio externo, físico das empresas, nos proporciona a coexistirmos de modo mais harmonioso com nossos próprios meios internos mentais e emocionais.   

Notícias Relacionadas

O efeito “Vale” na FUNCEF

NOTA FENAG – MANIFESTAÇÕES DE 27 DE ABRIL

Eleições FUNCEF: impugnação das chapas é inconstitucional

FENAG debate danos da reforma administrativa à CAIXA

FUNCEF: “transparência é essencial”, assevera diretor da APCEF/SP

FALE CONOSCO

ENDEREÇO
SRTV/Sul Edifício Palácio do Rádio II Bloco II Sala 442 - Brasília - DF - 70340-902

TELEFONE
(61) 3223-0240

EMAIL
secretaria-executiva@fenag.org.br