NOTÍCIAS

05
Mai

CUSC avalia desempenho do Saúde Caixa

Representantes dos empregados relataram preocupações dos usuários em reunião com a CAIXA.

Os conselheiros dos usuários do Saúde Caixa expuseram as apreensões acerca dos custos elevados do plano aos representantes da CAIXA, em reunião virtual extraordinária de avaliação de desempenho, na última quarta-feira (28).

“As despesas continuaram altas, apesar da redução significativa da procura por hospitais e clínicas e suspensão de procedimentos eletivos devido à pandemia, segundo relatório da patrocinadora”, pontuou a conselheira eleita, Marilde Perín Zarpellon, vice-presidente da Região Sul da FENAG.

A reunião trataria dos resultados apresentados pela consultora atuarial contratada pela CAIXA, mas os representantes da consultoria não participaram.  

A coordenadora do CUSC, Zuleida Martins Rosa, pontuou a necessidade de haver mais transparência no trato dos questionamentos dos usuários: “analisamos os dados dos relatórios de forma mais aprofundada. Sentimos falta de algumas informações e ainda temos dúvidas com relação a outras. Precisamos de todas para buscarmos a solução”.  

Um dos pontos questionados pelo colegiado e pelas entidades representativas de empregados e aposentados da CAIXA é a efetividade dos sistemas. Os usuários demoram de duas a três horas para obterem retorno, tendo até de reabrir demanda, além dos pagamentos dos credenciados.  

A conselheira Márcia Boiczuk afirma serem problemas administrativos e operacionais que precisam ser solucionados: “temos de reafirmar a importância dos relatórios de administração e atuarial para termos subsídios mais claros”.

O Conselho expôs, à extinta Vice-Presidência de Pessoas – VIPES, a preocupação com relação ao processo de reestruturação da área de recursos humanos em curso, sobretudo, da Gerência Nacional de Assistência à Saúde, por meio de documento encaminhado em meados do mês passado. Os setores responsáveis e os profissionais com conhecimento sobre o funcionamento do Saúde Caixa foram transferidos a diferentes unidades, o que, certamente, comprometerá a gestão do plano.

Dados do desempenho do Saúde Caixa

Os representantes da CAIXA afirmaram que a patrocinadora tem disponibilizado as informações à empresa contratada pelas entidades – Ícone, para assessorar o Grupo de Trabalho do plano. Esta e a nova consultora e assessora atuarial contratada pela CAIXA – Wedan demandam de tempo para entender as regras e o funcionamento do plano Saúde Caixa. 

Os apontamentos relatados na última reunião estão sendo considerados no relatório de 2020 e serão repassados ao Conselho quando concluídos.

Outros questionamentos na reunião foram sobre a Ícone ter recebido os relatórios de administração de 2018 e 2019, da Vesting de 2019 e 2020, pois a metodologia da Wedan é diferente, portanto, precisa acessar tais dados para uma análise mais abrangente.

Questionados sobre o RH aplicado e a suposta extinção do 227, confirmaram que este, que tratava do antigo benefício de assistência à saúde da modalidade reembolso, perdera efeito com a publicação da nova norma quando da reabertura do novo plano, em oito de janeiro deste ano.

As solicitações de reembolso em função do cadastro antigo, até seis meses do fim da modalidade, serão atendidas. O RH que rege o atual cadastro é o 221 - versão 2, em atualização para a terceira versão em virtude da mudança da estrutura.

Baixo desempenho

O Conselho eleito ponderou sobre o baixo desempenho. Os custos se mantiveram altos, apesar da redução do uso pelos usuários devido à pandemia e as baixas da inflação médica. O déficit de 2020 foi de R$115.949.617 e as estimativas para os próximos anos são de resultados deficitários ainda maiores.

"Há tempos, vimos pedindo à CAIXA, detalhes da utilização do plano, para elaborarmos estratégias eficientes que reduzam os custos e melhorem o atendimento aos usuários. O Conselho é peça-chave para ajudar as pessoas a usufruírem bem do seu plano, incluindo a informação correta para avaliar uma possível otimização de gastos”, avaliou Zuleida. 

Telemedicina

Os representantes também questionaram os impactos da inclusão da teleconsulta no plano, no ano passado. Segundo Marilde, “esta modalidade dificilmente será deixada pelos aposentados. Precisamos saber quais serão as mudanças significativas nas despesas. Esperamos e entendemos que serão reduzidas Não saímos da pandemia como entramos”.

Humanização

Outro ponto importantíssimo levantado foi a mudança da qualidade de vida das pessoas na contemporaneidade. O médico especialista em plano de saúde da FENAE, Albucacis de Castro Pereira, assessor da bancada dos trabalhadores no CUSC e no Grupo de Trabalho Saúde Caixa, enfatizou a necessidade de se trabalhar o ‘humanismo’ no atendimento à saúde. “A telemedicina surgiu como um canal moderno, mas é preciso pensar na pessoa como um todo e não em pedaços”.

A CAIXA afirmou que, provavelmente, o Saúde Caixa incorporará a telemedicina, avaliará seu custo e o adequará às necessidades dos usuários. 

O Conselho pediu detalhes sobre esta modalidade de atendimento, continuidade, ampliação e/ou incentivo no pós-pandemia, sobretudo, em regiões afastadas, onde os usuários precisam percorrer longas distâncias para obter atendimento médico.

Ainda, os conselheiros eleitos relataram as constantes reclamações recebidas pelos usuários, quanto aos descredenciamentos em massa nos dois últimos meses em todo o país. Segundo eles, com aumento próximo a 75% nos custos do Saúde Caixa, seus usuários esperam por uma melhora do plano, o que não vem ocorrendo.

Todos os pontos abordados pelo CUSC nesta reunião serão analisados pela CAIXA

Notícias Relacionadas

Teresina vacinará bancários contra Covid-19

FENAG sela nova parceria com Unileya Educacional

Alepi aprova PLs sobre vacinação de bancários e lotéricos

ENTIDADES REPRESENTATIVAS REUNEM-SE COM NOVO PRESIDENTE E DIRETORES INDICADOS DA FUNCEF.

‘2020 Eleições na Funcef encerrada sem vencedores’ é o tema do Debatendo Funcef em 15 minutos

FALE CONOSCO

ENDEREÇO
SRTV/Sul Edifício Palácio do Rádio II Bloco II Sala 442 - Brasília - DF - 70340-902

TELEFONE
(61) 3223-0240

EMAIL
secretaria-executiva@fenag.org.br